Fotografia Newborn: perguntas e respostas



Preparei uma série de perguntas e respostas bem objetivas sobre a fotografia newborn para mamães e papais que gostariam de fotografar seus bebês, mas ainda tem dúvidas de como funciona. Aqui pretendo fornecer algumas informações esclarecer algumas dúvidas. Fiquem à vontade para comentar ou sugerir alguma nova informação e/ou pergunta que não esteja relacionada.

1 – O QUE É FOTOGRAFIA NEWBORN?

A fotografia newborn é um ensaio fotográfico realizado com bebês nos primeiros dias de vida, surgiu no Brasil por volta do ano de 2010, porém antes disso, Anne Guedes já fazia fotografias de recém-nascidos e bebês de forma artística e era reconhecida em todo mundo. A idade ideal para esse tipo de ensaio é entre 6 e 15 dias, quanto mais cedo, melhor pois a medida que o bebê cresce, mais ele vai adquirindo movimentos e mais tempo fica acordado o que dificulta um ensaio baseado em poses pré-estabelecidas.

2 -COMO O ENSAIO É FEITO?

Uma das características deste estilo de fotografia consiste em fazer poses com o bebê dormindo e as vezes acordados, peladinho, embrulhadinho em tecidos leves e maleáveis, com acessórios especiais como headbands, gorros, roupinhas delicadas e especificas para este tipo de ensaio. Também são usados acessórios de posicionamento como pufes, cestos, baldinhos, gamelas, entre outros. Outra característica deste tipo de fotografia é a utilização de cenários, fundos em tecidos, pisos que imitam madeira, e tudo que a criatividade mandar, claro, respeitando sempre a segurança do bebê. Normalmente utilizamos alguns acessórios auxiliares para acalmar o bebê na hora da sessão, como o “ white noise” (ruído branco) ou som do útero (através de app), aquecedor ambiente e chupeta (caso os pais autorizem). Realizamos cerca de 3 ou 4 sets de fotografia (troca de acessório e/ou posição) sempre respeitando o tempo do bebê, com pausas para mamadas e/ou troca de fraldas.

3- QUANTO TEMPO DURA UMA SESSÃO NEWBORN?

Uma sessão dura de 2 a 4 horas, dependendo do bem-estar do bebê. Neste tempo também está incluso pausas para amamentação e troca de fraldas e o tempo para fazer o bebê dormir.

4- QUAL A DIFERENÇA ENTRE FOTOGRAFAR NA CASA DO CLIENTE OU NO ESTÚDIO?

O estúdio geralmente possui uma estrutura propícia para este tipo de ensaio: cenários, acessórios, luzes, objetos de composição, entre outros. Na casa do cliente há uma certa restrição quanto a estrutura, visto que demanda do transporte da estrutura ou parte dela do estúdio para o local da sessão. Por outro lado, fotografar na casa do cliente traz a possibilidade do ensaio ser menos formal, com poses mais naturais, com o bebê no seu ambiente com suas coisas, seguindo o fluxo diário. Este tipo de ensaio chama-se life style ou estilo de vida.

5- QUAIS SÃO AS RECOMENDAÇÕES PARA OS PAIS?

Para iniciar o ensaio, recomenda-se que o bebê esteja amamentado e apenas de fraldinha enrolado em alguma manta ou cobertor. A sessão iniciará cerca de 5 a 10 minutos após a amamentação para dar tempo de eles arrotam e em seguida adormecerem.

6- E SE O BEBÊ FICA AGITADO?

Primeiramente utilizamos algumas técnicas indicadas por especialistas como eficientes:

  • Swaddling, que seria enrolar o bebê em uma manta, fazendo com que ele se sinta seguro e protegido com o limite do tecido ao seu redor, igual quando estava “preso” no útero;

  • Side/stomach, que é colocar o bebê de lado ou de bruços;

  • Shushing, que é fazer chiado como “shhh” no seu ouvidinho, pois é um barulho similar ao que ele ouvia na barriga da mãe, que seria a junção dos sons externos mais os sons dos órgãos funcionando;

  • Swinging, que é embalar, balançar e ninar;

  • Sucking, que é sugar – nesse caso para satisfazer esse reflexo pode-se oferecer a chupeta por breves instantes durante a sessão, isso irá acalmá-lo (se os pais permitirem).

Se após executados estes passos o bebê continuar inquieto, verificamos se está na hora de mamar novamente, se não está com a fralda suja, se está com cólica ou ainda se a temperatura está adequada. Adotamos medidas para melhor segurança e comodidade do bebê, se ainda assim o bebê ficar incomodado com as poses optamos por tirar fotos mais naturais, sem forçar muito.

7 – QUAIS OS TIPOS DE POSES?

Na fotografia newborn os bebês são colocados em poses para serem fotografados. Algumas poses têm referência ou são similares às poses que eles ficavam dentro do útero, outras são poses criadas pelo fotógrafo de maneira que transmitam a fofura deles. As poses básicas são de barriga para cima, de ladinho, de bruços, de bundinha para cima, dos detalhes do rosto, pés, mãozinhas. Entre as mais elaboradas estão:

  • A pose do “Sapinho” (pose em que o bebê fica sentadinho com as perninhas para a frente e apoia-se seu queixinho sobre as mãos, quando seus bracinhos estão apoiados pelos cotovelos na frente do corpo),

  • A pose da cegonha (bebê suspenso por um tecido a apenas um palmo do pufe; pose do “saco de batatas” (bebê enrolado no wrap na posição vertical); taco (bebê de bruços formando uma conchinha sob seu próprio corpo, em geral, é conseguida apenas com bebês mais novinhos);

  • A pose do bebê apoiado em algum objeto (violão, bola, capacete, livro, etc.);

  • Poses com mamãe e papai.

8 – A ILUMINAÇÃO É AGRESSIVA AO BEBÊ?

Normalmente a sessão é feita com luz natural, vinda de uma janela ampla com algumas camadas de cortinas como a de voil que servem de difusoras da luz direta. Quando isto não é possível utiliza-se luz artificial (flash, led ou contínua) com modificadores de luz para deixar a luz mais suave e indireta (softboxes ou sombrinhas).

9 – O QUE DEVO LEVAR PARA O ENSAIO

A maior parte dos acessórios é oferecida pelo estúdio: mantas, wraps, headbands, chapéus, bichinhos, entre outros (sempre esterilizados), entretanto se a família quiser levar algum objeto, brinquedo ou roupinha em particular não tem problema. Algumas fotos são feitas com body básico branco ou de alguma cor neutra, o estúdio possui estas peças, mas se a família quiser trazer também pode.

(fonte: newbornphotoconference – ebook7passos)

#newborn #DicasdeFotografia #EnsaioNewborn

0 visualização

© 2018 Carla Cunha | Rio de Janeiro - BRASIL